As Nossas Aves
Para se inscrever é só fazer o registo e começar a navegar pelo Fórum

fundador@sapo.pt


FÓRUM DEDICADO A TODOS OS CRIADORES DE AVES
 
InícioPortalRegistrar-seConectar-se
O Fórum As Nossas Aves
Top dos mais postadores
José Brás (336)
 
Zé Luis (206)
 
ANTONIO COSTA (192)
 
Manuel Marinho (168)
 
astavares (100)
 
PEDRO NETO (91)
 
leopoldo neves (78)
 
manuel silva (72)
 
Rui P Azevedo (51)
 
antonio cunha (39)
 
Estatísticas
Temos 289 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de JOSE HENRIQUE

Os nossos membros postaram um total de 1980 mensagens em 487 assuntos
Buscar
 
 

Resultados por:
 
Rechercher Busca avançada

Compartilhe | 
 

 Canários de Côr

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Zé Luis
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 206
Data de inscrição : 06/06/2011
Idade : 52
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Canários de Côr   Qua 05 Jun 2013, 07:54






Boas amigos ,aqui deixo um artigo sobre as várias mutações
,pra que possamos estar mais inteirados ,temos perto de 300 raças de canários de côr ,por isso prevejo aqui um tópico bem extenso ,por agora é as bases do tópico ,depois será post seccionados ,o que vâo ver faz parte dum livro que tenho sobre canários de côr








Lipocromo branco

Lipocromo amarelo intensivo

Lipocromo amarelo nevado

Lipocromo amarelo mosaico

Lipocromo amarelo mosaico (fêmea)

Lipocromo amarelo marfim

Lipocromo vermelho intensivo

Lipocromo vermelho nevado

Lipocromo vermelho mosaico (macho)

Lipocromo vermelho mosaico (fêmea)

Lipocromo vermelho marfim

Albino

Lutino

Lutino mosaico

Rubino mosaico

Negro branco

Castanho branco

Ágata branco

Negro amarelo

Castanho amarelo

Ágata amarelo

Isabel amarelo

Negro vermelho

Ágata vermelho

Isabel vermelho

Negro amarelo mosaico

Castanho amarelo mosaico

Ágata amarelo mosaico

Isabel amarelo mosaico

Negro vermelho mosaico (macho)

Negro vermelho mosaico (fêmea)

Castanho vermelho mosaico (macho)

Castanho vermelho mosaico (fêmea)

Ágata vermelho mosaico (macho)

Ágata vermelho mosaico (fêmea)

Isabel vermelho mosaico (macho)

Isabel vermelho mosaico (fêmea)

Negro e castanho pastel amarelo

Ágata e isabel pastel vermelho

Ágata e isabel pastel amarelo mosaico (macho)

Ágata e isabel pastel amarelo mosaico (fêmea)

Negro e castanho pastel vermelho mosaico

Ágata e isabel pastel vermelho mosaico (macho)

Ágata e isabel pastel vermelho mosaico (fêmea)

Negro asa cinza branco

Negro asa cinza vermelho mosaico

Negro e castanho opala branco

Ágata opala branco

Negro e castanho opala amarelo mosaico (fêmea)

Ágata opala amarelo mosaico

Negro e castanho opala vermelho mosaico (macho)

Negro e castanho opala vermelho mosaico (fêmea)

Ágata opala vermelho mosaico (macho)

Ágata opala vermelho mosaico (fêmea)

Phaéo branco

Phaéo amarelo

Phaéo vermelho

Phaéo amarelo mosaico

Phaéo vermelho mosaico

Satiné branco

Satiné amarelo

Satiné amarelo mosaico (macho)

Satiné amarelo mosaico (fêmea)

Satiné vermelho mosaico (macho)

Satiné vermelho mosaico (fêmea)

Topázio branco

Topázio amarelo mosaico (macho)

Topázio amarelo mosaico (fêmea)

Topázio vermelho mosaico (macho)

Topázio vermelho mosaico (fêmea)

Onix branco

Onix amarelo

Onix amarelo mosaico (fêmea)

Onix vermelho mosaico (macho)

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Zé Luis
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 206
Data de inscrição : 06/06/2011
Idade : 52
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: Canários de Côr   Qua 05 Jun 2013, 08:04


Canários Lipocrómicos

1 - Canário Amarelo
Estes canários são a base de todas as demais cores lipocrómicas.
Desenvolveu-se a
partir do canário silvestre por falta das cores melânicas. Quando o factor
"azul" está presente o amarelo torna-se amarelo-limão. A cor é comparável à
da flor de girassol.



  • Amarelo-Intenso
  • Amarelo-Nevado
  • Amarelo-Mosaico






2 - Canário Laranja
Apresentam uma tonalidade alaranjada e não têm qualquer interesse para exposição
uma
vez que actualmente todas as atenções vão para o canário vermelho.


3 - Canário Vermelho

Por hibridação com o Cardinalito da Venezuela, os canários ganharam a faculdade de
assimilar os pigmentos vermelhos. Na altura da muda da pena é necessário fornecer
substâncias colorantes diariamente, na alimentação ou na água. A cor vermelha deve
ser brilhante e uniforme.





  • Vermelho Intenso
  • Vermelho Nevado
  • Vermelho Mosaico







4 - Canário Branco Dominante
Nestes canários os pigmentos amarelos não são retidos daí a sua aparência branca.
Ostentam nas rémiges e algumas tectrizes, restos de cores lipocrómicas amarelas ou
alaranjadas. Também são chamados brancos impuros.
Quando dois genes de branco se encontram no mesmo gérmen, o embrião morre. Denomina-se
este processo factor letal. O branco dominante exige dois parceiros com aspectos
diferentes.




5 - Canário Branco Recessivo

O seu aparecimento é devida a uma mutação genética de caracter recessivo que impede
totalmente a sedimentação de pigmentos gordos. Estes canários são completamente
brancos.

6 - Canários lipocrómicos marfim
Estes canários são bastante semelhantes com os dos grupos anteriores,
simplesmente apresentam tons pastel com a tonalidade mais diluída.



  • Amarelo-Marfim-Intenso
  • Amarelo-Marfim-Nevado
  • Amarelo-Marfim-Mosaico
  • Vermelho-Marfim-Intenso
  • Vermelho-Marfim-Nevado
  • Vermelho-Marfim-Mosaico
  • Marfim Branco Dominante







7 - Canários lipocrómicos de olhos vermelhos

Todos os canários lipocrómicos podem apresentar olhos vermelhos devido a mutações
diferentes, rubino e satine.



  • Amarelo-lutino-intenso
  • Amarelo-lutino-nevado
  • Amarelo-lutino-mosaico
  • Amarelo-lutino-marfim intenso
  • Amarelo-lutino-marfim nevado
  • Amarelo-lutino-marfim mosaico
  • Vermelho-rubino-intenso
  • Vermelho-rubino-nevado
  • Vermelho-rubino-mosaico
  • Vermelho-rubino-marfim intenso
  • Vermelho-rubino-marfim nevado
  • Vermelho-rubino-marfim mosaico
  • Branco-albino dominante
  • Branco-albino recessivo

Canários
Melânicos


A - Melânicos clássicos



1 - Canários Negros

Por norma, não chamam tanto a atenção como os canários lipocrómicos. Têm uma
estrutura melânica formada por eumelanina negra ou castanha segundo o tipo e por
feomelina castanho-clara. O desenho melânico é composto por marcas, barras, estrias
dorsais e nos flancos e bigodes.
A eumelanina negra é dominante não devendo aparecer o castanho em nenhum ponto.


1.1 - Canário Verde
A eumelanina negra dispersa juntamente com a cor lipocrómica de fundo amarelo
dão origem ao canário verde. São semelhantes aos canários existentes em estado
selvagem. Por vezes aparecem com a designação de negro-ouro.




  • Verde Intenso
  • Verde Nevado
  • Verde Mosaico



1.2 - Canário Bronze (Vermelho)
O canário bronze é o canário negro com fundo vermelho, que por ter a
eumelanina dispersa lembra a cor do bronze.





  • Bronze Intenso
  • Bronze Nevado
  • Bronze Mosaico



1.3 - Canário Cinza Dominante
O canário negro de cor de fundo branco dominante tem uma cor chumbo
característica destes exemplares. Pode apresentar alguns vestígios de amarelo
principalmente nos ombros, sendo penalizados por isso.


1.4 - Canário Cinza Recessivo
É semelhante ao anterior mas tem uma ausência total de lipocromo.



1.5 - Canário Verde Marfim
Resulta da combinação da cor amarelo marfim com a eumelanina negra dispersa. Tem
uma tonalidade verde clara.



  • Verde Marfim Intenso
  • Verde Marfim Nevado
  • Verde Marfim Mosaico

1.6 - Canário Vermelho Bronze Marfim
A combinação do vermelho marfim de fundo com a eumelanina negra dispersa dá
uma tonalidade rosa escura.



  • Bronze Marfim Intenso
  • Bronze Marfim Nevado
  • Bronze Marfim Mosaico

1.7 - Canário Cinza Dominante Marfim
São canários com fundo branco dominante marfim. Têm pouco interesse.

2 - Canários castanhos
Nestes exemplares, a eumelanina negra, por mutação, transformou-se em cor
castanho-escuro. Por vezes confunde-se este castanho com o da feomelanina que é mais
clara e rosada. O bico as patas e os dedos devem ser de cor castanho-claro ou escuro.
Não devem apresentar vestígios de cor negra.


2.1 - Canários Castanhos Amarelos
Resulta da sobreposição de eumelanina castanha dispersa e a cor amarela de
fundo.




  • Castanho-Amarelo-Intenso
  • Castanho-Amarelo-Nevado
  • Castanho-Amarelo-Mosaico



2.2 - Canários Castanhos vermelhos
Combina o fundo vermelho com a eumelanina castanha dispersa.



  • Castanho-Vermelho-Nevado
  • Castanho-Vermelho-Intenso
  • Castanho-Vermelho-Mosaico



2.3 - Castanho Prata Dominante
Devido à ausência parcial de lipocromo é perfeitamente visível a eumelanina
castanha dispersa. Apresenta alguma quantidade de amarelo nos ombros
2.4 -
Castanho Prata Recessivo
Semelhante ao anterior mas com ausência completa de lipocromos.


2.5 - Castanho Amarelo Marfim
A eumelanina castanha dispersa e o amarelo diluído pelo efeito marfim dão uma
tonalidade clara, sedosa e suave.



  • Castanho-Amarelo-Marfim Intenso
  • Castanho-Amarelo-Marfim Nevado
  • Castanho-Amarelo-Marfim Mosaico



2.6 - Castanho Marfim Vermelho
Com algumas semelhanças com o castanho vermelho mas mais claro e rosado devido ao
efeito marfim.



  • Castanho-Vermelho-Marfim Nevado
  • Castanho-Vermelho-Marfim Intenso
  • Castanho-Vermelho-Marfim Mosaico



2.7 - Castanho Prata Dominante Marfim
Semelhante ao castanho prata dominante. Com pouco interesse.


3 - Canários Ágata
Esta mutação foi descoberta na Holanda e pode ser definida como uma diluição do
canário negro-castanho. É uma propriedade hereditária recessiva,
ligada ao sexo, o que faz com que seja possível que alguns machos
possam ter esta característica dissimulada. As fêmeas Ágata nunca
podem ser heterozigóticas.
A mutação afecta a eumelanina negra concentrando-a no eixo central da
pena deixando os bordos despigmentados. A feomelanina está reduzida ao
máximo.
Os canários ágata têm na cabeça máscaras típicas que consistem
numa linha de cor gorda sobre os olhos e numa "barbela"
ágata, de cor escura, semelhante às do canários selvagem de
Moçambique.
As córneas, o bico, as pernas, as patas e as unhas, são claros, de um
cinzento-chumbo.

3.1 - Canário Ágata Amarelo



  • Ágata Amarelo-Intenso
  • Ágata Amarelo-Nevado
  • Ágata Amarelo-Mosaico




3.2 - Canários Ágata Vermelho
Sobreposição do vermelho com a eunelanina negra dispersa.



  • Ágata Vermelho-Intenso
  • Ágata Vermelho-Nevado
  • Ágata Vermelho-Mosaico




3.3 - Canário Ágata Branca Dominante
Devido à ausência parcial de lipocromo, é visível o desenho melânico sobre
fundo branco. O amarelo pode aparecer nos ombros mas é de evitar.


3.4 -Canário Ágata Branca Recessivo


3.5 - Canário Ágata Amarelo Marfim
Distingue-se do ágata amarelo pela cor mais suave e clara e pela plumagem mais
sedosa e compacta.




  • Ágata Amarelo-Marfim-Intenso
  • Ágata Amarelo-Marfim-Nevado
  • Ágata Amarelo-Marfim-Mosaico



3.6 - Canário Ágata Marfim Vermelho
O lipocromo nestes exemplares e rosa pálido.



  • Ágata Vermelho-Marfim-Intenso
  • Ágata Vermelho-Marfim-Nevado
  • Ágata Vermelho-Marfim-Mosaico



3.7 - Canário Ágata Branco Dominante Marfim


4 - Canários Isabel
Os canários Isabel não procedem de uma mutação propriamente dita mas sim da combinação de duas: a que dá
origem aos canários castanhos e a que dá origem aos canários Ágata.
O bico, as patas, os dedos e as unhas devem ser de tom rosado, sendo os melhores
exemplares os que as apresentem mais claras.


4.1 - Canário Isabel Amarelo




  • Isabel Amarelo-Intenso
  • Isabel Amarelo-Nevado
  • Isabel Amarelo-Mosaico



4.2 - Canário Isabel Vermelho



  • Isabel Vermelho-Intenso
  • Isabel Vermelho-Nevado
  • Isabel Vermelho-Mosaico




4.3 - Canário Isabel Branco Dominante

4.4 - Canário Isabel Branco
Recessivo


4.4 - Canário Isabel Amarelo Marfim



  • Isabel Amarelo-Marfim-Intenso
  • Isabel Amarelo-Marfim-Nevado
  • Isabel Amarelo-Marfim-Mosaico


4.5 - Canário Isabel Vermelho Marfim




  • Isabel Vermelho-Marfim-Intenso
  • Isabel Vermelho-Marfim-Nevado
  • Isabel Vermelho-Marfim-Mosaico


4.6 - Isabel Prata Dominante Marfim

Canários
Melânicos



B - Canários Melânicos - Cores Novas


Os canários melânicos clássicos podem ser afectados por diferentes mutações que
modificam e influenciam as suas estruturas melânicas, surgundo assim os canários pastel,
opala, rubinos e satinet.

1 - Canário Pastel
O factor de redução melânica chamado pastel é o resultado de uma mutaçâo genética. Há uma redução da feomelanina e uma dispersão da eumelanina castanha diluindo ligeiramente a eumelanina negra.



1.1 - Canário Negro-Castanho Pastel



  • Verde Pastel Intenso
  • Verde Pastel Nevado
  • Verde Pastel Mosaico
  • Bronze Pastel Intenso
  • Bronze Pastel Nevado
  • Bronze Pastel Mosaico
  • Cinza Pastel Dominante
  • Cinza Pastel Recessivo
  • Verde Pastel Marfim Intenso
  • Verde Pastel Marfim Nevado
  • Verde Pastel Marfim Mosaico
  • Bronze Pastel Marfim Intenso
  • Bronze Pastel Marfim Nevado
  • Bronze Pastel Marfim Mosaico




1.2 - Canário Negro-Castanho Pastel "Asas Cinzentas"



  • Verde Pastel Intenso Asa-Cinza
  • Verde Pastel Nevado Asa-Cinza
  • Verde Pastel Mosaico Asa-Cinza
  • Bronze Pastel Intenso Asa-Cinza
  • Bronze Pastel Nevado Asa-Cinza
  • Bronze Pastel Mosaico Asa-Cinza
  • Cinza Pastel Dominante Asa-Cinza
  • Cinza Pastel Recessivo Asa-Cinza
  • Verde Pastel Marfim Intenso Asa-Cinza
  • Verde Pastel Marfim Nevado Asa-Cinza
  • Verde Pastel Marfim Mosaico Asa-Cinza
  • Bronze Pastel Marfim Intenso Asa-Cinza
  • Bronze Pastel Marfim Nevado Asa-Cinza
  • Bronze Pastel Marfim Mosaico Asa-Cinza




1.3 - Canário Castanho Pastel



  • Castanho-Pastel-Amarelo-Intenso
  • Castanho-Pastel-Amarelo-Nevado
  • Castanho-Pastel-Amarelo-Mosaico
  • Castanho-Pastel-Vermelho-Nevado
  • Castanho-Pastel-Vermelho-Intenso
  • Castanho-Pastel-Vermelho-Mosaico
  • Castanho-Pastel-Prata-Dominante
  • Castanho-Pastel-Prata-Recessivo
  • Castanho-Pastel-Amarelo-Marfim Intenso
  • Castanho-Pastel-Amarelo-Marfim Nevado
  • Castanho-Pastel-Amarelo-Marfim Mosaico
  • Castanho-Pastel-Vermelho-Marfim Nevado
  • Castanho-Pastel-Vermelho-Marfim Intenso
  • Castanho-Pastel-Vermelho-Marfim Mosaico




1.4 - Canário Ágata Pastel



  • Ágata-Pastel-Amarelo-Intenso
  • Ágata-Pastel-Amarelo-Nevado
  • Ágata-Pastel-Amarelo-Mosaico
  • Ágata-Pastel-Vermelho-Nevado
  • Ágata-Pastel-Vermelho-Intenso
  • Ágata-Pastel-Vermelho-Mosaico
  • Ágata-Pastel-Prata-Dominante
  • Ágata-Pastel-Prata-Recessivo
  • Ágata-Pastel-Amarelo-Marfim Intenso
  • Ágata-Pastel-Amarelo-Marfim Nevado
  • Ágata-Pastel-Amarelo-Marfim Mosaico
  • Ágata-Pastel-Vermelho-Marfim Nevado
  • Ágata-Pastel-Vermelho-Marfim Intenso
  • Ágata-Pastel-Vermelho-Marfim Mosaico




1.5 - Canário Isabel Pastel



  • Isabel-Pastel-Amarelo-Intenso
  • Isabel-Pastel-Amarelo-Nevado
  • Isabel-Pastel-Amarelo-Mosaico
  • Isabel-Pastel-Vermelho-Nevado
  • Isabel-Pastel-Vermelho-Intenso
  • Isabel-Pastel-Vermelho-Mosaico
  • Isabel-Pastel-Prata-Dominante
  • Isabel-Pastel-Prata-Recessivo
  • Isabel-Pastel-Amarelo-Marfim Intenso
  • Isabel-Pastel-Amarelo-Marfim Nevado
  • Isabel-Pastel-Amarelo-Marfim Mosaico
  • Isabel-Pastel-Vermelho-Marfim Nevado
  • Isabel-Pastel-Vermelho-Marfim Intenso
  • Isabel-Pastel-Vermelho-Marfim Mosaico




2 - Canário Opala
O caracter opal aparece como mutaçâo genética. Modifica a
estrutura da pena e tranforma os granulos de eunelanina negra em cinzentos azulados,iliminando por completo a eumalaninacastanha e quase todo a feomelanina.
Uma das características das penas opala é a sua cor escura na
parte inferior, além de ser mais ríjida, quebradiça e de pouca elasticidade.
Embora seja relativamente fácil transmitir este caracter,
nem todas as combinações possíveis dão resultados positivos.



2.1 - Canário Negro-Castanho Opala



  • Amarelo-Opala-Intenso
  • Amarelo-Opala-Nevado
  • Amarelo-Opala-Mosaico
  • Bronze-Opala-Intenso
  • Bronze-Opala-Nevado
  • Bronze-Opala-Mosaico
  • Cinza-Opala-Dominante
  • Cinza-Opala-Recessivo
  • Amarelo-Opala-Marfim Intenso
  • Amarelo-Opala-Marfim Nevado
  • Amarelo-Opala-Marfim Mosaico
  • Bronze-Opala-Marfim Intenso
  • Bronze-Opala-Marfim Nevado
  • Bronze-Opala-Marfim Mosaico



2.2 - Canário Castanho Opala




  • Castanho-Opala-Amarelo-Intenso
  • Castanho-Opala-Amarelo-Nevado
  • Castanho-Opala-Amarelo-Mosaico
  • Castanho-Opala-Vermelho-Nevado
  • Castanho-Opala-Vermelho-Intenso
  • Castanho-Opala-Vermelho-Mosaico
  • Castanho-Opala-Prata-Dominante
  • Castanho-Opala-Prata-Recessivo
  • Castanho-Opala-Amarelo-Marfim Intenso
  • Castanho-Opala-Amarelo-Marfim Nevado
  • Castanho-Opala-Amarelo-Marfim Mosaico
  • Castanho-Opala-Vermelho-Marfim Nevado
  • Castanho-Opala-Vermelho-Marfim Intenso
  • Castanho-Opala-Vermelho-Marfim Mosaico



2.3 - Canário Ágata Opala




  • Ágata-Opala-Amarelo-Intenso
  • Ágata-Opala-Amarelo-Nevado
  • Ágata-Opala-Amarelo-Mosaico
  • Ágata-Opala-Vermelho-Nevado
  • Ágata-Opala-Vermelho-Intenso
  • Ágata-Opala-Vermelho-Mosaico
  • Ágata-Opala-Prata-Dominante
  • Ágata-Opala-Prata-Recessivo
  • Ágata-Opala-Amarelo-Marfim Intenso
  • Ágata-Opala-Amarelo-Marfim Nevado
  • Ágata-Opala-Amarelo-Marfim Mosaico
  • Ágata-Opala-Vermelho-Marfim Nevado
  • Ágata-Opala-Vermelho-Marfim Intenso
  • Ágata-Opala-Vermelho-Marfim Mosaico



2.4 - Canário Isabel Opala




  • Isabel-Opala-Amarelo-Intenso
  • Isabel-Opala-Amarelo-Nevado
  • Isabel-Opala-Amarelo-Mosaico
  • Isabel-Opala-Vermelho-Nevado
  • Isabel-Opala-Vermelho-Intenso
  • Isabel-Opala-Vermelho-Mosaico
  • Isabel-Opala-Prata-Dominante
  • Isabel-Opala-Prata-Recessivo
  • Isabel-Opala-Amarelo-Marfim Intenso
  • Isabel-Opala-Amarelo-Marfim Nevado
  • Isabel-Opala-Amarelo-Marfim Mosaico
  • Isabel-Opala-Vermelho-Marfim Nevado
  • Isabel-Opala-Vermelho-Marfim Intenso
  • Isabel-Opala-Vermelho-Marfim Mosaico




3 - Canários Rubinos
O caracter "INO" aparece por mutaçâo genética e é transmissível à descendência em forma
recessiva. A mutação "INO" inibe as estruturas melânicas, tanto as negras
como as castanhas, respeitando a feomelanina.


3.1 - Canário Negro-Castanho Rubino



  • Verde-Intenso-Rubino
  • Verde-Nevado-Rubino
  • Verde-Mosaico-Rubino
  • Bronze-Intenso-Rubino
  • Bronze-Nevado-Rubino
  • Bronze-Mosaico-Rubino
  • Cinza-Dominante-Rubino
  • Cinza-Recessivo-Rubino
  • Verde-Marfim-Intenso-Rubino
  • Verde-Marfim-Nevado-Rubino
  • Verde-Marfim-Mosaico-Rubino
  • Bronze-Marfim-Intenso- Rubino
  • Bronze-Marfim-Nevado-Rubino
  • Bronze-Marfim Mosaico-Rubino




3.2 - Canário Castanho Rubino



  • Castanho-Amarelo-Intenso-Rubino
  • Castanho-Amarelo-Nevado-Rubino
  • Castanho-Amarelo-Mosaico-Rubino
  • Castanho-Vermelho-Nevado-Rubino
  • Castanho-Vermelho-Intenso-Rubino
  • Castanho-Vermelho-Mosaico-Rubino
  • Castanho-Prata-Dominante-Rubino
  • Castanho-Prata-Recessivo-Rubino
  • Castanho-Amarelo-Intenso-Marfim-Rubino
  • Castanho-Amarelo-Nevado-Marfim-Rubino
  • Castanho-Amarelo-Mosaico-Marfim-Rubino
  • Castanho-Vermelho-Nevado-Marfim-Rubino
  • Castanho-Vermelho-Intenso-Marfim-Rubino
  • Castanho-Vermelho-Mosaico-Marfim-Rubino




3.3 - Canário Ágata e Isabel Rubino



  • Ágata-Amarelo-Intenso-Rubino
  • Ágata-Amarelo-Nevado-Rubino
  • Ágata-Amarelo-Mosaico-Rubino
  • Ágata-Vermelho-Nevado-Rubino
  • Ágatal-Vermelho-Intenso-Rubino
  • Ágata-Vermelho-Mosaico-Rubino
  • Ágata-Prata-Dominante-Rubino
  • Ágata-Prata-Recessivo-Rubino
  • Ágata-Amarelo-Intenso-Marfim-Rubino
  • Ágata-Amarelo-Nevado-Marfim-Rubino
  • Ágata-Amarelo-Mosaico-Marfim-Rubino
  • Ágata-Vermelho-Nevado-Marfim-Rubino
  • Ágata-Vermelho-Intenso-Marfim-Rubino
  • Ágata-Vermelho-Mosaico-Marfim-Rubino





  • Isabel-Amarelo-Intenso-Rubino
  • Isabel-Amarelo-Nevado-Rubino
  • Isabel-Amarelo-Mosaico-Rubino
  • Isabel-Vermelho-Nevado-Rubino
  • Isabel-Vermelho-Intenso-Rubino
  • Isabel-Vermelho-Mosaico-Rubino
  • Isabel-Prata-Dominante-Rubino
  • Isabel-Prata-Recessivo-Rubino
  • Isabel-Amarelo-Intenso-Marfim-Rubino
  • Isabel-Amarelo-Nevado-Marfim-Rubino
  • Isabel-Amarelo-Mosaico-Marfim-Rubino
  • Isabel-Vermelho-Nevado-Marfim-Rubino
  • Isabel-Vermelho-Intenso-Marfim-Rubino
  • Isabel-Vermelho-Mosaico-Marfim-Rubino




4 - Canários Satinet
Esta é a última mutaçâo aparecida de todas as que afectam a estrutura melânica. Caracteriza-se ela eliminação
das estruturas feomelaninas e da eumelanina negra, respeitando integralmente a eumelanina castanha.
Esta mutação apenas surge em exemplares de Ágata e Isabel.



4.1 - Canário Isabel Satinet



  • Isabel-Amarelo-Intenso-Satinet
  • Isabel-Amarelo-Nevado-Satinet
  • Isabel-Amarelo-Mosaico-Satinet
  • Isabel-Vermelho-Nevado-Satinet
  • Isabel-Vermelho-Intenso-Satinet
  • Isabel-Vermelho-Mosaico-Satinet
  • Isabel-Prata-Dominante-Satinet
  • Isabel-Prata-Recessivo-Satinet
  • Isabel-Amarelo-Intenso-Marfim-Satinet
  • Isabel-Amarelo-Nevado-Marfim-Satinet
  • Isabel-Amarelo-Mosaico-Marfim-Satinet
  • Isabel-Vermelho-Nevado-Marfim-Satinet
  • Isabel-Vermelho-Intenso-Marfim-Satinet
  • Isabel-Vermelho-Mosaico-Marfim-Satinet




Canários Topázio

A mutação Topázio é caracterizada pela modificação da localização de
eumelanina e pela concentração desta junto ao centro das penas, permitindo assim a
aparição de largos contornos claros nas penas maiores. Este factor reduz e modifica a
eumelanina negra, reduzindo também a feomelanina.
Esta mutação tem a sua origem em canários Phaeo e exige a utilização permanente de
pássaros Ágata heterozigóticos. Os olhos vermelhos são a característica desta
mutação.


_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Canários de Côr
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Criadores de Canários do Estado do Rio de Janeiro.
» Manejo adequado para época de reprodução, canários
» Banana e alface para canários
» Irei começar a criar Canários belga!
» SEMENTES NA ALIMENTAÇÃO DOS CANÁRIOS

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
As Nossas Aves :: Canários :: Canários de Cor-
Ir para: